Dúvidas? Críticas? Sugestões? Envio de material? lilikaforever@gmail.com

sábado, 21 de novembro de 2009

Embalagem de Baú


Material:

•    Rolinhos de jornal
•    Papelão
•    Cola
•    Fita adesiva
•    Papel de presente
•    Dobradiça e fechadura



Modo de Fazer:

Arrume uma caixa com tampa do tamanho desejado para o baú. Recorte a tampa e faça duas laterais iguais.



Cole os pedaços menores na lateral da folha de papelão, formando a tampa do baú. Prenda com fita adesiva.


Corte um pedaço do papel de presente maior que o anterior da tampa e cole.


 Em seguida, cole as laterais. Espere secar.


 Siga o mesmo procedimento para a base do baú.


Cole os rolinhos de jornal na tampa, espere secar e corte o excesso. Deixe-os bem unidos.


 Prenda as dobradiças.


Seguindo o mesmo sentido da tampa, cole os rolinhos na base. Prenda a fechadura.


Para arrematar, aplique o verniz.

Dicas:

1    Deixe sempre os rolinhos de jornal bem unidos para que o trabalho fique melhor acabado.
2    Tenha sempre um pano úmido próximo, pois o jornal solta muita tinta.
3    Faça rolinhos de tamanhos uniformes.
4    A tesoura deve ser bem afiada, para não danificar o arremate das caixas.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Dia Nacional da Consciência Negra


Dia Nacional da Consciência Negra

Vinte de novembro é o Dia Nacional da Consciência Negra. A data - transformada em Dia Nacional da Consciência Negra pelo Movimento Negro Unificado em 1978 - não foi escolhida ao acaso, e sim como homenagem a Zumbi, líder máximo do Quilombo de Palmares e símbolo da resistência negra, assassinado em 20 de novembro de 1695.

     O Quilombo dos Palmares foi fundado no ano de 1597, por cerca de 40 escravos foragidos de um engenho situado em terras pernambucanas. Em pouco tempo, a organização dos fundadores fez com que o quilombo se tornasse uma verdadeira cidade. Os negros que escapavam da lida e dos ferros não pensavam duas vezes: o destino era o tal quilombo cheio de palmeiras.

     Com a chegada de mais e mais pessoas, inclusive índios e brancos foragidos, formaram-se os mocambos, que funcionavam como vilas. O mocambo do macaco, localizado na Serra da Barriga, era a sede administrativa do povo quilombola. Um negro chamado Ganga Zumba foi o primeiro rei do Quilombo dos Palmares.

     Alguns anos após a sua fundação,o Quilombo dos Palmares foi invadido por uma expedição bandeirante. Muitos habitantes, inclusive crianças, foram degolados. Um recém-nascido foi levado pelos invasores e entregue como presente a Antônio Melo, um padre da vila de Recife.

     O menino, batizado pelo padre com o nome de Francisco, foi criado e educado pelo religioso, que lhe ensinou a ler e escrever, além de lhe dar noções de latim, e o iniciar no estudo da Bíblia. Aos 12 anos o menino era coroinha. Entretanto, a população local não aprovava a atitude do pároco, que criava o negrinho como filho, e não como servo.

     Apesar do carinho que sentia pelo seu pai adotivo, Francisco não se conformava em ser tratado de forma diferente por causa de sua cor. E sofria muito vendo seus irmãos de raça sendo humilhados e mortos nos engenhos e praças públicas. Por isso, quando completou 15 anos, o franzino Francisco fugiu e foi em busca do seu lugar de origem, o Quilombo dos Palmares.

     Após caminhar cerca de 132 quilômetros, o garoto chegou à Serra da Barriga. Como era de costume nos quilombos, recebeu uma família e um novo nome. Agora, Francisco era Zumbi. Com os conhecimentos repassados pelo padre, Zumbi logo superou seus irmãos em inteligência e coragem. Aos 17 anos tornou-se general de armas do quilombo, uma espécie de ministro de guerra nos dias de hoje.

     Com a queda do rei Ganga Zumba, morto após acreditar num pacto de paz com os senhores de engenho, Zumbi assumiu o posto de rei e levou a luta pela liberdade até o final de seus dias. Com o extermínio do Quilombo dos Palmares pela expedição comandada pelo bandeirante Domingos Jorge Velho, em 1694, Zumbi fugiu junto a outros sobreviventes do massacre para a Serra de Dois Irmãos, então terra de Pernambuco.

     Contudo, em 20 de novembro de 1695 Zumbi foi traído por um de seus principais comandantes, Antônio Soares, que trocou sua liberdade pela revelação do esconderijo. Zumbi foi então torturado e capturado. Jorge Velho matou o rei Zumbi e o decapitou, levando sua cabeça até a praça do Carmo, na cidade de Recife, onde ficou exposta por anos seguidos até sua completa decomposição.

     “Deus da Guerra”, “Fantasma Imortal” ou “Morto Vivo”. Seja qual for a tradução correta do nome Zumbi, o seu significado para a história do Brasil e para o movimento negro é praticamente unânime: Zumbi dos Palmares é o maior ícone da resistência negra ao escravismo e de sua luta por liberdade. Os anos foram passando, mas o sonho de Zumbi permanece e sua história é contada com orgulho pelos habitantes da região onde o negro-rei pregou a liberdade.

Fontes: http://www.unificado.com.br/calendario/11/con_negra.htm

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Selo "Declaração de Afeto"

Olá amigos recebi esse selinho da minha queridíssima amiga Re e estou muito feliz e ela está totalmente correta em passar esse selo a todos e não só a 10 pessoas, então ai vai esse selo vai para todos os meus amigos.
Bjs e gosto muito de todos vocês.
Lilika Forever


"A amizade permanente não se compra e não se vende, não se ensina e nem se aprende, nasce e morre com a gente."

"Declaração de Afeto"

Recebi esta linda homenagem da amiga Re estou muito feliz por isso.

Obrigada lindaaaaaaa !!!

Amei!!!

A amizade é um sentimento, que chega devagarzinho pelos atos, pelo carinho, pela lembrança... E na net não é diferente, você visita um dia um blog, gosta, volta...E assim vai crescendo o número de amigos, das atenções recebidas e dos carinhos ganhos.



quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Boneco de neve - BISCUIT


Materiais:

Arame número 22
Bola de isopor número 40
Jogo de Estecas Licyn
Cola colorida: preto e branco Licyn
biscuit da Licyn nas cores:
Star, Branco, Azul Céu, Vermelho sangue e Laranja.
    
Modo de Preparo:

- Cobrir a bala de isopor (40mm) com o biscuit branco Licyn.
- Marcar a boca com a Esteca de corte Licyn.
- Modelar o nariz em formato de triângulo com o biscuit laranja e colocar no rostinho.
- Modelar um círculo azul para a base do chapéu; colar na cabeça.
- Modelar um croquete azul, achatar e colar na base do chapéu.
- Marcar as dobras com a esteca de corte da Licyn.
- Modelar uma bola vermelha pequena, achatar e colar na base do pescoço para fazer o cachecol.   
- Marcar as dobras com a esteca de corte da Licyn.
- Pintar os olhos com a tinta relevo preto da Licyn.
- Fazer os detalhes com a tinta relevo branca da Licyn.
- Colocar o arame no chapéu.



 

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Boneca de BISCUIT


Materiais:

- Massa licyn nas cores: pele, azul, vermelho,
amarelo e marrom
- Estecas
- Cola de biscuit da Licyn
- Fita azul
- Papel cartão ou cartolina

Modo de preparo:

1- Modelar uma bolinha para o rosto e marcar a boca com a esteca. Fazer uma bolinha bem pequena e colar no lugar do nariz.
2- Modelar um rolo azul, dobrando ao meio para formar a calça. Você pode também marcar as
laterais da calça com a esteca, fazendo as dobras.
3- Modelar duas bolinhas marrons para os sapatos, marcando com a esteca. Colar na barra da calça.
4- Modelar uma coxinha, dar uma achatada para formar a blusa vermelha e fazer as dobras com a esteca.
5- Modelar duas coxinhas menores para as mangas, marcando também com as estecas.
6- Colar as mangas na blusa e depois a blusa na calça.
7- Fazer o cabelo com a cor marrom e colocar cabelo na parte de cima do rostinho em forma de meia lua.
8- Fazer a franja e as xucas. Colocar dois laços amarelos no cabelo.
9- Pintar os olhos e colar a fita azul atrás da peça. Lembre-se de deixar a peça
fina, para ser usada como marcador, capa de livros, agendas, enfeite de porta-lápis...ou outra coisa, basta você ser criativo!!!
10- Depois de seca você pode colar na cartolina e cortar em volta para dar um
bom acabamento, adaptando tal corte ao local que usará a boneca, como um livro ou o porta-lápis.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Pimenta - BISCUIT

 
Material:

•    Imã
•    Cola branca
•    Massa de biscuit (vermelha e verde)
•    Tinta plástica ou de tecido nas cores acima
•    Olhinhos de boneca



Modo de Fazer:

 
Use a massa vermelha para moldar o formato da pimenta.
 
Com a tampa da caneta modele a pimenta.

 

Use um pouquinho de massa vermelha para fazer o nariz. Cole-o. Com um palito faça os furinhos das narinas.

 

Com o molde de lata, de forma à boca.

 

Separe três pedaços de massa verde, para modelar as folhas. Com a tesoura dê o formato da folha.

 

Agora com a régua faça os detalhes da folha.

 

Cole as três folhinhas na pimenta.

 

Cole os olhinhos.

 

Faça uma pequena língua, cole e com uma régua faça um vinco na língua. Cole os imãs e está pronto


Os mais comentados

Widget UsuárioCompulsivo

Dissemine idéias, construa o futuro!

Saiba onde tem o melhor preço antes de comprar
Dineromail, para enviar y recibir dinero via e-mail
Compare Produtos, Lojas e Preços

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO