Dúvidas? Críticas? Sugestões? Envio de material? lilikaforever@gmail.com

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Bailarina

Material:
 
•    massa natural
•    massa tingida com tinta de tecido vermelha
•    massa tingida com tinta óleo marrom van dick
•    cola glitter
•    maquiagem
•    tesoura
•    estilete
•    estrusora
•    caneta gel marrom
•    pinça
•    régua
•    palito de dente
•    pérolas
•    cola
•    palito de pirulito
Material
   
Misture massa rosa e massa branca, estique a massa mesclada com o rolo de abrir e envolva a massa na tampa do pote.
  
Deixa a massa bem lisa na tampa do pote e tire o excesso com estilete. 
  
Faça várias bolinhas utilizando três tons na cor rosa e achate-as. Para o miolo faça uma coxinha.
  
Coloque a primeira pétala envolvendo o miolo.
  
Coloque a mais escura primeiro e vá clareando na seqüência, corte o excesso de massa debaixo da rosa. Feita a primeira, produza mais quatro rosas seguindo o mesmo procedimento.
  
Extraia um cordão de massa rosa na estrusora. 
  
Enrole e torça o cordão colocando o cordão ao redor da tampa do pote.
  
Para as folhas, faça uma bolinha de massa rosa e achate-a fazendo as nervuras da folha com a régua; Dobre de leve dando formato de folha.
  
Cole as folhas e as rosas produzidas na frente da tampa do pote.
  
Para o rococó faça um cordão pequeno e achate-o e fazendo vários rococós.
  
Cole os rococós no arranjo floral do pote.
  
Para as pernas faça um cordão comprido na cor pele, dobre ao meio, achate na parte da cintura, afine moldando os pés e cruze as pernas.
  
Cole as pernas na tampa do pote.
  
Para a sapatilha faça duas coxinhas de massa branca achatadas, cole nos pés e faça um cordaozinho.
  
Cole cruzado simulando a fivela da sapatilha e fixe uma pérola em cada sapatilha.
  
Para o vestido use massa natural para dar efeito de transparência, faça uma coxinha, fure embaixo com palito de pirulito, abra com o dedo e faça o plissado da saia com a pinça.
  
Cole o vestido no corpo bailarina.
Para os braços, faça um rolinho fino e longo, Afunde o punho, dê uma leve achatada na ponta e marque os dedos com a régua. Dobre ao meio e cole os braços no corpo da bailarina.
 
Faça um rolinho para a alça do vestido e cole-o em V na bailarina. Grude uma pérola para dar o toque final.
  
Para a cabeça faça uma coxinha com a extremidade gorda pois a bailarina será bem bochechuda. Com palito de dente, fure os olhos da bailarina, marque a boca fazendo apenas um furinho, cole uma bolinha no nariz, umedeça o palito e retire a marca da emenda Faça dois furinhos para a narina, coloque miçangas com auxilio do palito no olho da boneca, um pedacinho de massa rosa na boca da boneca e fure a boca novamente com palito.
  
 Faça três tirinhas fininhas e enrole simulando os cachinhos do cabelo da bailarina e cole os cachinhos simulando um topete.
  
Para o cabelo use massa marrom e faça uma bolinha. Afunde do meio para baixo fazendo uma cova para encaixar na cabeça, cole o cabelo na cabeça da bailarina e marque com a régua.
  
Faça uma bolinha achatada para colocar no pescoço, coloque um palito no corpo para dar sustentação à cabeça, passe cola e fixe a cabeça.
  
Faça um rolinho (fino numa ponta e grosso na outra) que será o rabo de cavalo, corte na diagonal, cole na cabeça e ajeite as pontas. Cole pérolas no penteado, passe glitter em todo o corpo e rosto da boneca e arranjo de rosas.
 

Peça finalizada

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Técnica do falso couro

Esta técnica tem que ter a mão leve e aconselho treinar antes em um pedaço de madeira ou papelão.
1- Pegue a caixa já lixada.
2- Passe direto, (não precisa dar fundo branco) tinta laranja. Pode ser uma laranja mais forte ou um mais escuro (pouco) pode pingar uma gotinha de marrom para quebrar se a laranja for muito cenoura.
3- Passe com o rolinho duas mãos e cada uma em um sentido par cobrir bem a peça. Se escorrer, lixe logo que secar.
4- Agora a parte mais cuidadosa: pegue uma tinta marrom café, coloque um pouco em uma vasilha e deixe ao lado uma vasilha com água.
5- Arrume pedaços de tecido o ideal são fraldas de pano ou bandagem de hospital, aquelas que se usa para enfaixar, pode comprar em farmácia ou mesmo pano de chão de algodão dos mais finos. 
O tecido tem que ser de puro algodão. Corte pedaços do tamanho de um guardanapo pequeno. Para começar, molhe o tecido na água, aperte nas mãos para tirar o excesso de água. Molhe na tinta e com cuidado comece a bater sobre a pintura laranja. Essa batidinha tem que ser retas. Ou seja, de cima para baixo e nunca deixar o pano com a tinta escorregar para os lados. À medida que se vai batendo umas partes ficam mais escuras e outras mais claras. 
Quando se coloca a primeira batida de tinta, tende a ficar muito grossa, ai vai batendo por cima com o paninho molhado com água para diluir um pouco. Vão batendo por cima de toda a superfície deixando “manchas”, umas mais claras outras mais escuras, o fundo laranja deve aparecer, mas sob uma camada ralinha do marrom com mais água. E outras manchas mais escuras. (olhar na foto) baú em falso couro. Sempre se tem o recurso de tirar o excesso de tinta com o paninho molhado SEMPRE BATENDO. TREINE PRIMEIRO. 
Deixe secar e passe uma primeira mão de verniz acrílico e espere secar. Com um pincel bem fininho, pesponte a peça como se estivesse “costurando” o couro use tinta beije clara quase branca. Contorne a tampa por cima, faça cantos, laterais ao seu gosto, mas não exagere. Fica como se tivesse costurado o couro sobre a peça. 
Por último passe uma segunda mão de verniz acrílico em pinceladas bem rápidas e pouco verniz no pincel, pois antes de pespontar já passamos uma mão! Essa técnica fica muito bonita para fazer peças para escritório como: Lixeira, porta lápis, cachepô para vaso, porta documentos, porta cartas, caixinhas para guardar cartões enfim, uma infinidade de coisas que ficam bonitas e discretas.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Fazendo cores

    Para fazermos as cores, é preciso saber que todas as cores podem ser feitas com as cores primárias que são o AMARELO, O MAGENTA E O CIAM. O MAGENTA É UM TIPO PINK QUASE FOSOFRESCENTE, O CIAM É O AZUL CÉU.
    Bom, vamos começar. Compre um galão de tinta branca Suvinil látex (para pitar parede) Pode ser o branco neve o ou gelo. Distribua em potinhos menores deixando um espaço de mais ou menos 3 dedos par adicionar outras cores.
    Separe um vidro do tamanho de maionese para deixar o branco q sempre precisamos mais. Ou compre um galão separado só para dividir com o beije (que usamos muito).
    Compre vários tingidores. Amarelo tem uns dois tons. Compre pelo menos uns 6 vidrinhos, pois ele é usado para quase todas as cores.
    Compre o Azul marinho, pois não se encontra o “ciam” a menos que na loja de tinta eles dêem os restos dos que sobram nas latas de tingidores profissionais. Eles costumam me dar o que sobra do magenta. É ótimo. Compre vermelhos uns 4 vidros, o verde, o preto e ocre. Acho que são as cores que encontramos de tingidores. As únicas cores que uso muito e compro já prontas são:

Preto: latas de 1litro, Marrom mais escuro (café) porque faço várias tonalidades e o Branco. Dependendo se for fazer decapé eu compro um galão inteiro de beije ou creme ou pérola. Vale a pena comprar pronto.

    Coloco branco em vários potes. Ai começou a misturar. A mistura vai da sensibilidade de cada uma. Eu chego a fazer umas 6 tonalidades de verde por ex e azul. Vamos às misturas:
    Verde + amarelo = azul, se vc coloca mais amarelo ficará azul turquesa, e mais verde ficará azul petróleo. Só ai já fizemos 3 cores. Pegamos o petróleo e pingamos umas gotinhas de preto e ele ficará mais escuro um pouco.
    Branco (sempre como base) + azul marinho + preto (colocado aos poucos e mexendo sempre, chega a uma tonalidade de azul Jeans.
    O Branco + o azul coloca pouco e vai misturando que fica o azula céu (azul calcinha) rs.. É o ciam.
    O branco + vermelho + amarelo = laranja. Faça uma quantidade maior e vai dividindo porque a partir do laranja faremos muitas outras.
    Branco + vermelho + amarelo = laranja
    Este laranja com + amarelo ficará um laranja cenoura.
    Esta cor de cenoura com um pouco de marrom, ficará cor de tijolo.
    Esta cor de tijolo com um pouco mais de amarelo ficará ocre. O ocre, com amarelo ficará um amarelo mais escuro. Para um tom a mais pingue marrom.
    O ocre com gotas de vermelho, ficará mais um tom diferente de tijolo. O marrom com branco não vai ficar um beije bonito. Coloque aos poucos o amarelo. Ficará um beije perfeito!
    O marrom sendo clareado só com o branco, ele ficará rosado porque tem vermelho no marrom.
    Branco + gotas de marrom + amarelo = beije
    Branco + beije = pérola

    Para se obter um marrom se você não tiver já pronto, coloque o vermelho com o preto. Faz a base com o branco, coloque muito tingidor vermelho e vai colocando o preto. Ele vai ficar vinho. Já separa o vinho, e para chegar mais perto do marrom, vá pingando o amarelo.
    Tem-se uma boa quantidade e de vermelho pronto, e não se usa muito, coloque o branco e faça várias tonalidades de rosa.
    Marrom + pouco branco = chocolate
    Marrom + muito branco e amarelo = caramelo
    Marrom + branco meio a meio = café com leite
    Chocolate + branco = chocolate claro
    Magenta + branco = rosa
    Branco + vermelho = rosa
    Rosa + amarelo (pouco) = salmon
    Rosa + gotinhas de azul = lilás
    Rosa + gotinhas de azul marinho mais forte e gotinhas de vermelho. Vai colocando que chega ao roxo.
    Se ficar muito roxo, coloque o branco ele volta ao lilás.

    O verde.
    Faça com o branco e o tingidor um verde mais escuro.
    Separe um pouco, e pingue tingidor marrom que ele fica verde folha.
    Verde folha + gotinhas de preto = verde folha mais escuro
    Verde folha + amarelo = verde claro.
    Verde claro + branco + amarelo = verde limão
    Verde claro mais azul ficará um verde piscina (poucas gotas do azul) ou coloca o verde claro mais o azul claro.
    Este verde piscina mais branco ficará verde água.

    Azul escuro + verde escuro = petróleo
    Preto + branco = cinza

    Atenção! Misturar cores é uma terapia (uma arte) tão boa quanto fazer a decoupage. Tem que se tirar um tempo para isso. E como brincar com as cores.     Separes várias colheres de plástico ou mesmo de metal só para esta finalidade.   
    Ao colocar o tingidor vá mexendo a tinta demora a pegar a tonalidade. Para ficar homogênea tem que misturar bem.
    Todas as tonalidades podem ficar mais claras ou mais escuras com a ajuda do branco, no entanto, quase todas também precisam de gotas de amarelo neste clareamento para não perder a tonalidade.
    No caso do verde, sempre precisamos do ciam, ou seja, o azul claro para chegarmos a um tom mais claro. Nos tons de marrom, lilás, e rosa, o ideal é o Magenta, mas da para usar o pink no lugar.
    Se a tinta estiver grossa demais, pode adicionar uma mínima quantidade de água porque ele pega mau cheiro principalmente se guardar.
    Para guardar tampe bem os vidros.

            Azul escuro + verde escuro = petróleo

            Preto + branco = cinza

Atenção! Misturar cores é uma terapia (uma arte) tão boa quanto fazer a decoupage. Tem que se tirar um tempo para isso. E como brincar com as cores. Separes várias colheres de plástico ou mesmo de metal só para esta finalidade.

Ao colocar o tingidor vá mexendo a tinta demora a pegar a tonalidade. Para ficar homogênea tem que misturar bem.

Todas as tonalidades podem ficar mais claras ou mais escuras com a ajuda do branco, no entanto, quase todas também precisam de gotas de amarelo neste clareamento para não perder a tonalidade.

No caso do verde, sempre precisamos do ciam, ou seja, o azul claro para chegarmos a um tom mais claro.

Nos tons de marrom, lilás, e rosa, o ideal é o Magenta, mas da para usar o pink no lugar.
 
Se a tinta estiver grossa demais, pode adicionar uma mínima quantidade de água porque ele pega mau cheiro principalmente se guardar.

Para guardar tampe bem os vidros.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Decapé com escova de aço


Esta técnica é fácil e faz um efeito lindo.

Prepare a peça de madeira com o fundo branco. Lixe para retirar o excesso de tinta. Escolha pelo menos três cores. O ideal é fazer com cores que fazem contraste. 

Ex: Azul Marinho beije e vinho, ou verde escuro, beije e turquesa. Vamos usar também além das cores, goma laca com purpurina ouro rico.

Passe a primeira camada de um tom mais escuro ex: o vinho. Espere secar e passar com o rolinho de espuma fica mais bonito e econômico, passe em seguida uma mão de cera branca em pasta e espere secar por uns 15 minutos, passe uma mão de tinta beije, espere secar e passar outra mão de cera espere mais 10 a 15 minutos. Passe a ultima cor: O azul marinho e depois a cera. Espere um pouco mais. Maio ou menos 20 minutos. Faça uma mistura de goma laca com purpurina ouro rico que é a que fica mais próximo da folha de ouro. Passe sobre a ultima camada de cera e deixe secar.

Para descascar, pegue uma escova de aço. Esta escova parece uma escova de cabelo, comprida com as cerdas bem juntas e finas. Compra em loja de tintas ou material de construção.  Comece a escovar como se estivesse dando brilho a um sapato. Vai e volta várias vezes. As cores começarão a aparecer. Faça com que apareçam as 3 cores por baixo do dourado.

Logo vc vai ter um efeito de uma pátina em policromia. Ao arranhados, devem ser só em um sentido. E cuidado para não fazer curvas com a escova. Obtido o efeito, termine escovando com uma escova para sapatos. Quando faço a caixa com exata técnica, eu costumo fazer a beirada da tampa também se for mais larga ou dou um acabamento com goma laca com purpurina. Na tampa faço a decoupage normal com guardanapo ou papel.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Patina com tinta e cera

Esta técnica é para fazer uma peça em tempo relâmpago.
 
Para fazer para presente de ultima hora, encomendas de caixas para lembranças de festas de 15 anos, casamento, para fazer em quantidade.
 
Faça em caixa de MDF que não precisa lixar.
 
Por dentro, passe duas mãos de verniz acrílico, não precisa pintar.
 
Escolha uma tinta e passe com o rolinho duas mãos sem dar o branco.
 
Isso porque a cera vai tampar tudo e ficará uniforme.
 
Se for tinta escura como vinho, marrom, laranja escuro, mostarda etc.. só uma mão basta bem passada com o rolinho.
 
Enquanto seca, faça o contorno da tampa com a mesma cor e pinte de branco a tampa para colar o guardanapo.
 
Cole o guardanapo  (não se esqueça de tirar 2 folhas no fundo dele) enquanto seca,  passe a cera dourada (cera  bem misturada com purpurina cobre, bronze e nestas duas pode se colocar um vidro da dourada.)

Medida: Um copo da cera em pasta branca par dois vidrinhos de purpurina cobre ou bronze e um de dourado (ouro rico).
Passe a cera até cobrir a caixa toda.
 
Deixe secar e enquanto isso, vá passando a segunda mão de verniz acrílico (liquibrilho ou similar) na tampa para dar o acabamento.
 
Depois, volte na caixa e pegue uma lixa mais grossa, se quiser os riscos mais rústicos ou uma média para mais delicados.
 
Passando na caixa tirando a cera em um único sentido, riscando para tirar a cera e aparecer a tinta por baixo.
 
Cuidado para não tirar toda a cera.
 
Logo verá que aparecerá o mesmo efeito da pátina riscada.
 
Para terminar lustre com escova de sapatos até brilhar.
 
Pode ser usado, uma caixa média.

domingo, 1 de fevereiro de 2009

Pátina para pintura em móveis e caixas

Pode ser usada em qualquer móvel.
Lixe bem a peça a ser patinada.
De o fundo branco com a tinta acrílica (de parede) Use rolinho, pois anda mais rápido e economiza  tinta demais. Deixe secar.  Passe a segunda mão de tinta branca e de uma lixadinha superficial com lixa fina para tirar algum escorrido ou excesso. Escolha uma ou duas cores a ser usadas. Antes, porém, se quiser, escolha um guardanapo para aplicar.

Por ex: Pinte um armário de grande estilo colonial mineiro usando esta técnica e com o fundo branco, faça a decoupage com flores tipo umas orquídeas recortadas em tons de azul. Aplique nas almofadas das portas. Depois de aplicar, passe uma mão fininha de verniz acrílico só sobre as flores. Antes, de umas pinceladas sobre as folhas e incluir umas folhas a mais para parecer que foi pintado, pois mistura o guardanapo com a tinta. Bom, no contorno das almofadas das portas, nas beirais e no pé do armário, tendo alguns frisos parecendo moldura, pode ser usado azul colonial para pintar. Depois, com a pátina, usar o mesmo pincel para picotar e ficar com irregularidades para facilitar a pátina.

Existem pincéis próprios para fazer pátina, trinchas já picotadas.

Colocar a tinta em um parto raso e fui batendo a ponta do pincel de leve na tinta e ainda dando uma batida  em um jornal para tirar o excesso de tinta.
Da umas batidinhas. Procurando seguir uma única direção, comece a pátina escorregando a mão bem leve, formando listras.
Vá passando a tinta à medida em que esta for acabando molha de novo o pincel.
Tente não sair da linha reta pois a patina com curvas fica defeituosa.
Não se preocupe se ficar alguns lugares com mais tinta.
Depois de pronto, a gente tira com a lixa, raspando de leve na mesma direção que pintamos.
Se usar por ex mais de uma cor para fazer a pátina, espere secar a primeira cor para fazer a segunda.
No caso da pátina, é diferente do decapé em policromia.
No decapé por ser mais rústico pode-se usar cores fortes e contrastantes, mas na pátina que é estilo mais francesa, delicada deve-se usar tons sobre tons. exemplo: azul marinho com azul turquesa, verde escuro com verde água, vinho com rosa,que fica lindo com decoupage em rosas cor de rosa.
Bom, seco então a primeira pátina, passe para a segunda por cima. Vão aparecer as duas cores, pois são riscos finos.
Espere secar, de preferência de um dia para o outro.
Encere com cera em pasta com betume.
Passe a cera no mesmo sentido da pintura para não manchar, va puxando a cera ou seja espalhando no sentido da pintura para sair aonde ficou muito forte.
Cuidado para não exagerar no betume e escurecer demais tornando a peça pesada.
Misture a cera e teste em um cantinho do móvel ou em um pedaço de madeira pintada com a pátina.
Espere secar a cera e lustre com escova de sapatos e depois uma flanela.

Opção: Pode-se ainda entrar com um pouco de dourado aplicando purpurina com goma laca ao redor das almofadas do armário, gavetas, pintar todo o puxador da gaveta, contornar alguma moldura ou saliência.
Misture a goma laca com a purpurina aos poucos porque ela seca rápido e endurece.
A purpurina ouro velho fica muito bonita para esse tipo de pintura.

SUGESTÃO: Pinte um banco de madeira antigo para uma varanda em branco, depois o beije e fiz pátina em dois tons de verde. Antes faça decoupage com galhos de heras,recordadas bem direitinho subindo pelas pernas do banco, passando pelo encosto do mesmo e uns galhos também aplicados no acento. Depois não encere porque poderá pegar água na varanda. Passar um pouco de hidro betume diluído em água, passar com um pincel, mas não em cima das Heras. Envelheceu a pátina e preservou a decoupage. Depois que secou, aplique verniz acrílico em todo o banco.

Os mais comentados

Widget UsuárioCompulsivo

Dissemine idéias, construa o futuro!

Saiba onde tem o melhor preço antes de comprar
Dineromail, para enviar y recibir dinero via e-mail
Compare Produtos, Lojas e Preços

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO